06/06/2020 às 11h43min - Atualizada em 06/06/2020 às 11h43min

​Família de distribuidores de drogas é presa em Esteio

Correio do Povo
Uma família de distribuidores de drogas foi presa em Esteio na Região Metropolitana de Porto Alegre. Os policiais civis de Eldorado do Sul, coordenados pelo delegado Rodrigo Caldas, prenderam neste sábado em flagrante dois suspeitos por tráfico de drogas, associação ao tráfico e posse ilegal de arma de fogo e munições. As investigações tiveram dois meses de duração.
Os policiais tinham como objetivo apurar fornecedores de drogas que teriam destino a cidade de Eldorado do Sul e a Região Metropolitana. Assim, chegou-se a um distribuidor, localizado na cidade de Esteio. O fornecedor e sua família foram apurados como distribuidores de drogas.
Um dos indiciados era responsável pela entrega de drogas, enquanto um outro suspeito e sua companheira, também suspeita, eram responsáveis pela logística. A mulher foi presa em flagrante, juntamente com seu irmão.
Com ambos foram encontrados quase dez quilos de drogas, entre maconha e cocaína em pasta, ou seja, que ainda seria submetida à refino, o que poderia chegar a cinco vezes a quantidade em pasta base.
Foi apreendido maconha, cocaína e pasta base, bem como três balanças de precisão, embalagens e anotações. Também foi encontrado um revólver calibre 32, munição e dinheiro em espécie.
As investigações continuam e o terceiro suspeito foi indiciado e deverá ser capturado nas próximas semanas pela Polícia Civil. A estimativa é que o prejuízo tenha girado entorno de R$ 50 mil no atacado, venda de um traficante para o outro. Após a lavratura do procedimento policial os presos foram encaminhados ao sistema prisional.
O delegado Rodrigo Caldas afirmou que a ação foi importante no combate ao tráfico de drogas na região. "O resultado será ainda melhor após a continuidade das investigações", ressaltou.
O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mario Souza destacou que a ação policial foi resultado de um trabalho investigativo de qualidade, e que alcançará ainda maiores frutos na apuração de grandes fornecedores de drogas. “As ligações do narcotráfico são múltiplas e complexas e o enfrentamento à esse crime assim está se dando na Região Metropolitana”, acrescentou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »