16/06/2020 às 17h39min - Atualizada em 16/06/2020 às 17h39min

Governador acata a contestação das Missões e municípios permanecem com Bandeira Laranja

Luís Henrique Franqui
Durante uma Live, em rede social a partir das 16h30min de hoje (16), o governador Eduardo Leite respondeu aos questionamentos de prefeitos e associações de prefeitos, de regiões que tiveram a migração de bandeira laranja para vermelha (Santo Ângelo, Uruguaiana, Caxias do Sul e Santa Maria), no Distanciamento Controlado do governo do estado, visando o combate ao novo coronavírus (Covid-19).
Após as explicações iniciais, Leite destacou que o governo esteve sempre aberto ao diálogo com a sociedade gaúcha, tendo como parâmetros recomendações da comunidade científica.
INTERPOSIÇÃO DE RECURSO
A primeira mudança anunciada foi referente à governança do modelo.
Aos sábados o modelo (com as bandeiras) era anunciado, para entrar em vigor na segunda-feira.
Agora, as informações serão consolidadas na quinta-feira, na sexta-feira serão anunciadas as bandeiras para que, até segunda-feira, os municípios possam apresentar uma espécie de 'recurso' questionando ao modelo para que, após a contestação, as bandeiras passem a vigorar nas terças-feiras.
BANDEIRAS CONTESTADAS
Em relação à contestação das regiões que tiveram migração para a bandeira vermelha, o Governador, após análise dos dados apresentados pelos Prefeitos, anunciou:
CENTRAL (Santa Maria) - Voltou à bandeira laranja, pela disponibilidade de novos leitos de UTI no sistema.
FRONTEIRA OESTE (Uruguaiana) - Permanece com a bandeira vermelha, pela relação de casos ativos x pacientes recuperados.
MISSÕES (Santo Ângelo) - Voltou à bandeira laranja, devido a estabilidade das internações, acatando os argumentos apresentados pelos Prefeitos da AMM.
SERRA (Caxias do Sul) - Permanece com a bandeira vermelha.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »