24/06/2020 às 14h06min - Atualizada em 24/06/2020 às 14h06min

Facções miram jogo do bicho na região de Santa Rosa

Jornal Noroeste

Circulam nas redes sociais troca de mensagens, desde a sexta-feira, 19 de junho, vídeos onde supostos traficantes ameaçam banqueiros do jogo do bicho da região de Santa Rosa. A autoria das insinuações estaria atribuída a uma facção que atua em todo o Rio Grande do Sul e que coordena o tráfico de drogas, além de outras ações de criminalidade.

Nas imagens um integrante da facção emite ameaças, expõem armas, cita nomes, com intuito de intimidar agentes da contravenção.  Conforme fontes ligadas ao Jornal Noroeste, o chefe da facção teria exigido cerca de R$ 500 mil para que os bicheiros pudessem continuar atuando com suas bancas, além de uma “multa semanal” de em torno de R$ 100 mil. “Não recebi nenhuma ligação, mas tomei conhecimento disso sobre outro homem que, como eu, possui banca aqui na região”, afirmou um bicheiro.

As imagens tomaram o WhatssApp nos últimos dias, gerando uma apreensão por parte da comunidade. Segundo o responsável pela Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas – DRACO, delegado Tiago Tescke, a polícia tomou conhecimento dos fatos e abriu um processo investigatório para apurar o caso. “Nenhum dos ameaçados procurou espontaneamente a polícia. Trabalharemos e tão logo possível daremos uma resposta para a sociedade”. Tiago não esconde a preocupação da tentativa de domínio de território por parte das facções.

Nossa reportagem não conseguiu contato com as pessoas citadas nos vídeos. Na semana que passou um fato parecido foi registrado em Cruz Alta e Ijuí, quando 10 pessoas foram presas suspeitas de participarem de um grupo que faria execuções de gangues rivais na região.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »