09/08/2021 às 11h35min - Atualizada em 09/08/2021 às 11h35min

Brasil termina as Olimpíadas de Tóquio com 21 medalhas

GaúchaZH
Ana Marcela Cunha ficou com o ouro na maratona aquática

Os Jogos Olímpico de Tóquio foram históricos. Não só pelo fato de terem sido realizados em meio a uma pandemia, mas também por terem visto o Brasil bater o recorde de medalhas em uma mesma edição das Olimpíadas. O país conquistou 21 medalhas (sete ouros, seis pratas e oito bronzes), superando as 19 medalhas do Rio de Janeiro no total e igualando os Jogos de 2016 no número de ouros.


Em Tóquio, o Brasil foi campeão olímpico com Italo Ferreira (surfe), Rebeca Andrade (ginástica artística), Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Isaquias Queiroz (canoagem), Hebert Conceição (boxe) e com o futebol masculino. Só no último sábado, o Brasil conquistou três ouros.

Os brasileiros fecharam as Olimpíadas com duas medalhas de prata na madrugada deste domingo. 
Beatriz Ferreira perdeu a final da categoria até 60kg no boxe e o vôlei feminino foi derrotado pelos Estados Unidos na decisão do ouro. Além desses dois segundos lugares, o país já tinha alcançado outras quatro pratas (três no skate e uma na ginástica artística).

O maior número de medalhas foi de bronze no Japão. Foram oito terceiros lugares, dois no judô, com os gaúchos Daniel Cargnin e Mayra Aguiar, duas na natação, uma no tênis, duas no atletismo e uma no boxe.


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »