11/08/2021 às 16h01min - Atualizada em 11/08/2021 às 16h01min

Operação Abate visa desarticular quadrilha de abigeatários

Portal LH Franqui
Polícia Civil

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Pirapó, 27ª Delegacia de Polícia Regional do Interior, com apoio de agentes da 1ª DP e DRACO de Caxias do Sul, coordenados pelo delegado Vitor Carnaúba, na manhã de hoje (11/8), realizou ofensiva com vistas a combater o crime de furto abigeato na região das Missões.

As investigações, coordenadas pelo delegado de Polícia Anderson Pettenon, que responde pela DP de Pirapó, apontam a existência de associação criminosa armada voltada à prática do furto abigeato na área rural, principalmente nos municípios de Pirapó e São Nicolau.

O grupo, segundo apurado, realizava o abate dos animais, na região das Missões e transportava a carne, em precárias condições, para ser comercializada em Caxias do Sul. O abate dos animais se dava com disparos de arma de fogo.

Diante das provas colhidas, houve representação ao Poder Judiciário pela expedição de mandados de busca nas residências de seis investigados, sendo quatro alvos residentes no Bairro Esplanada, em Caxias do Sul, e em outros dois locais nos municípios de Pirapó e São Nicolau.

Após o cumprimento das ordens judiciais, um homem foi conduzido à Delegacia de Polícia de Caxias do Sul pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições. Demais objetos de interesse da investigação foram apreendidos.

As investigações persistem, em sigilo, a fim de identificar outros envolvidos. Não são descartadas novas prisões.

Participaram da ação policiais civis das Delegacias de São Paulo das Missões, Pirapó, São Nicolau, São Luiz Gonzaga, Dezesseis de Novembro e Roque Gonzales, além de agentes da DRACO, da 1ª e 2ª Delegacias de Polícia de de Caxias do Sul, bem como policiais militares de Pirapó.

A Polícia Civil esclarece a importância acerca da comunicação do furto abigeato por parte das vítimas a fim de que as investigações tenham êxito, bem como garante o absoluto sigilo das informações prestadas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »