30/08/2021 às 14h44min - Atualizada em 30/08/2021 às 14h44min

Moradores e turistas aproveitam domingo para acompanhar as mudanças que a draga causou em Balneário Camboriú

G1

Apesar do tempo nublado neste último domingo (29) em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, moradores e turistas foram até a Praia Central, principal cartão-postal da cidade, para conferir o impacto na paisagem da mega estrutura das obras de alargamento e recuperação da faixa de areia. Assim, como nos dias anteriores muitos aproveitaram para recolher as conchas que apareceram após o início dos trabalhos no local.

Uma imagem aérea da área que mostra o avanço do aterro em direção ao mar viralizou nas redes sociais na sexta-feira (27). O preenchimento começa defronte à Rua 3700 e é feito em direção à Barra Sul, em trechos que serão interditados ao acesso público. A draga, embarcação responsável por fazer o transporte do material, começou a atuar em 22 de agosto.

Um dos pontos altos que foi registrado nesta primeira semana da chegada da draga foi o aparecimento de centenas de conchas na areia, que atraíram a atenção de quem passa pelo local e também de artesãos. Durante esta manhã, funcionários da Prefeitura realizaram a limpeza da orla.

"O material recolhido vai para o aterro sanitário. Grande parte das conchas foram recolhidas pela população, uma parte do que restou, na maioria conchas quebradas, foi recolhida para não ter excesso na praia", informou a administração municipal.

A obra começou em março, com a montagem da tubulação. A previsão para término da obra é para novembro e o custo total é de R$ 67 milhões.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »