07/10/2021 às 08h52min - Atualizada em 07/10/2021 às 08h52min

Mulher é presa após se passar por grávida e sequestrar idosa no Vale do Caí

GZH

Uma mulher, de 53 anos, foi presa na terça-feira (5) após fingir estar grávida para entrar na casa de duas irmãs idosas e sequestrar uma delas em Montenegro, no Vale do Caí. A suspeita, que fugiu no carro da vítima e a fez refém por duas horas, pediu R$ 1 milhão em resgate e acabou detida em São Leopoldo.

Usando uma peruca e uma barriga falsa para simular gravidez, a mulher chegou na casa onde residem duas irmãs, de 85 e 90 anos. De acordo com o delegado Paulo Ricardo Costa, responsável pelas investigações, a suspeita chamou a irmã mais velha por um apelido que ela é conhecida e disse que um pároco da cidade havia enviado flores pra ela.

— A idosa foi até o portão receber o presente, e a criminosa disse que queria um copo de água. A senhora apresentou resistência e então a mulher disse que precisava usar o banheiro. Como se tratava de uma falsa grávida, a idosa abriu o portão para que ela entrasse — detalhou o delegado.

Enquanto entrava na casa, a suspeita avistou o carro de uma das idosas e, logo que saiu do banheiro, teria apontado a arma para as vítimas e pedido joias. Como as irmãs não possuíam nenhum item de valor, a mulher pediu nominalmente  o número de  telefone de parentes das idosas, mostrando que havia conhecimento sobre o as relações familiares.

— Ela ficou ali um tempo avaliando qual das duas levaria com ela, e decidiu que seria a de 85 anos, que embora seja a mais nova, possui a saúde mais debilidade e apresenta um quadro de Alzheimer — explicou o delegado.

Por volta das 13h, a suspeita pegou então o carro que estava estacionado na residência e levou a irmã mais nova de refém. Ela ligou três vezes para a família pedindo o valor de R$ 1 milhão, usando palavras de baixo calão e fazendo ameaças contra a vida da aposentada.

Com o auxílio do Comando Rodoviário da Brigada Militar de Portão, o veículo em que as duas estavam foi interceptado em São Leopoldo por volta das 15h. Ainda de acordo com o delegado, a mulher teria apontado a arma, que se tratava de um simulacro,  para os policiais que a abordaram. 

Ela foi presa em flagrante e deve responder por da extorsão mediante sequestro qualificado, por se tratar de de uma pessoa acima de 60 anos, e também pelo roubo do veículo. As vítimas passam bem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »