22/11/2021 às 14h55min - Atualizada em 22/11/2021 às 14h55min

Grêmio vence a Chapecoense por 3 a 1 e diminui a distância para deixar a zona de rebaixamento

GZH

Para quem acreditou que estava tudo acabado, a esperança segue vívida entre os gremistas. Se o rebaixamento for evitado, os torcedores terão de enviar os agradecimentos a dois jogadores bastante criticados. Lucas Silva e Thiago Santos foram os principais nomes no 3 a 1 do Grêmio sobre a Chapecoense, neste sábado (20). Cortez (contra) e Laércio (também contra) fecharam a contagem. Com o resultado, o elenco gremista deixou a Arena Condá com as expectativas da salvação ainda pulsando. 

Os três pontos fora de casa fizeram o Tricolor subir para a 17ª colocação, com 35 pontos. Como o Sport já jogou na 34ª rodada do Tricolor, o time de Vagner Mancini seguirá nesta posição ao término da rodada. Ainda tendo de enfrentar Flamengo, Bahia, São Paulo, Corinthians e Atlético-MG, o Grêmio precisa de três vitórias para seguir na elite do futebol brasileiro, de acordo com as projeções de momento.

A segunda vitória seguida passa pelas escolhas de Mancini. Mesmo com Borja e Villasanti retornando das Eliminatórias, o treinador manteve Diego Souza e Thiago Santos entre os titulares. A única modificação no time foi a entrada de Gabriel Grando, ex-Gabriel Chapecó, no gol.

Eram jogados 35 minutos do primeiro tempo quando finalmente o Grêmio conseguiu perfurar a linha do gol da Chapecoense. Foi da maneira com que o time mais havia tentado até então. Em um chute de fora da área, Lucas Silva encontrou o canto superior esquerdo do goleiro João Paulo para fazer 1 a 0.  

O lance foi uma recompensa pela obstinação tricolor. Mesmo sem ter a intensidade  e verticalidade apresentadas no 3 a 0 sobre o Bragantino, o time gremista não deixou de tentar. Mesmo quando Jhonata Robert arrematou fraco na mão do goleiro, logo aos 5 minutos, o meia-atacante não desistiu. Passaram-se 12 minutos e nova tentativa. Outra vez o arremate saiu fraco, sem provar susto no goleiro. Aos 29, superou a zaga pelo alto, mas a cabeçada caiu outra vez nas mãos do goleiro. Logo depois, ele teve a sua melhor oportunidade. Após tabela com Diego Souza, Jonatha, mesmo livre na grande área, bateu sobre o gol. 

A persistência gaúcha criou lances inusitados. Como um chute por cobertura do círculo central de Thiago Santos, aos 29 minutos. A bola passou perto da trave.

A Chape estava à espera de um erro gremista. Em vários momentos o Grêmio se expunha a ponto de ter seus 10 jogadores de linha no campo de ataque. O vacilo surgiu logo no primeiro lance da partida. Após erro de Rafinha, a bola rondou a área gremista até chegar para Henrique Almeida. O arremate saiu espirrado, e Gabriel Grando salvou.  

Mesmo sem ter a menor perspectiva de melhorar a sua vida em 2022, a Chapecoense acreditou que podia colher um resultado melhor em casa, onde ainda não venceu no Brasileirão. A boa vontade para empatar deu ao Grêmio no segundo tempo o espaço que não teve nos primeiros 45 minutos.

Em 14 minutos, quando o Tricolor ampliou para 2 a 0, três oportunidades foram criadas. Diego Souza desviou sobre o gol após cruzamento da direita. Inspirado, Lucas Silva tentou a sorte de longe e quase atingiu o objetivo. Foi dos seus pés que começou a jogada do segundo gol.

Desta vez, o posicionamento mais adiantado de Thiago Santos rendeu frutos. Após passe de Lucas Silva, Thiago, autor da assistência do primeiro gol, se livrou de dois marcadores e bateu rente à trave.

Resiliente, a Chape não desistiu e descontou. Em cobrança de escanteio, a bola bateu nas costas de Cortez, entrando mansamente no gol aos 30 minutos. Não foi preciso ficar apreensivo por muito tempo. Quatro minutos depois, Cortez foi à linha de fundo, cruzou, e Láercio devolveu a gentileza colocando contra as próprias redes. Era a certeza, para os gremistas, de que as esperanças seguem vivas na Arena.

Ficha técnica
Chapecoense 1x3 Grêmio
Brasileirão — 34ª rodada — 20/11/2021
Chapecoense (1)
João Paulo; Ezequiel, Laércio, Ignácio e Busanello; Moisés Ribeiro (Bruno Silva, int), Anderson Leite, Ronei (Renê Júnior) e Mike (Lima, 25’/2ºT); Kaio Nunes (Rodrigo Silva, 25’/2ºT) e Henrique Almeida (Geovânio, 40’/2ºT). Técnico: Felipe Endres (interino).

Grêmio (3)
Gabriel Grando; Rafinha (Vanderson, 21’/2ºT), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Villasanti, 28’/2ºT) e Lucas Silva; Jhonata Robert (Alisson, 32’/2ºT), Campaz (Victor Bobsin, 32’/2ºT) e Ferreira; Diego Souza (Borja, 21’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

GOLS: Lucas Silva, aos 35min do 1º tempo; Thiago Santos, aos 14min, Cortez (contra), aos 30min, e Laércio, aos 34min do 2º tempo

CARTÃO AMARELO: Anderson Leite (C); Cortez (G)
ARBITRAGEM: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (trio paranaense). VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).
LOCAL: Arena Condá, em Chapecó

Próximo jogo
Terça-feira, 23/11 — 19h
Grêmio x Flamengo
Arena do Grêmio — Brasileirão (2ª rodada)


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »