16/12/2021 às 14h36min - Atualizada em 16/12/2021 às 14h36min

Inter oficializa saída do técnico Diego Aguirre em "comum acordo"

Correio do Povo
O técnico Diego Aguirre deixou o Inter na noite desta quarta-feira. Após não ser o escolhido para comandar a seleção do Uruguai, o treinador foi comunicado que não seguirá no estádio Beira-Rio. A decisão aconteceu "em comum acordo", conforme o Colorado. Também saem o auxiliar técnico Juan Verzeri e o preparador físico Fernando Piñatares.

Aguirre chegou no meio da temporada com a missão de substituir Miguel Angel Ramirez e reanimar o elenco no segundo semestre de 2021. Ao todo, foram 35 partidas. No começo, os resultados levaram um tempo, mas apareceram e o time chegou a se aproximar do G4 do Brasileirão. Em meio a esse crescimento, Óscar Tabárez foi demitido da Celeste e o comandante colorado surgiu como "ficha um" e quase deixou o clube ainda em novembro. Porém, a procura "esfriou" e ele seguiu na Capital. 

Apesar de permanecer, o time decaiu de rendimento, acumulou derrotas e finalizou a temporada na 12ª colocação, sem uma vaga na próxima Libertadores. Somente pelo desempenho ruim, a diretoria já não contava com Aguirre para o próximo ano. No entanto, esperou a decisão do Uruguai - que escolheu Diego Alonso para substituir Tabárez - para comunicar e acertar a saída do uruguaio. 


Neste final de temporada, Aguirre se junta ao lateral Saravia, o zagueiro Lucas Ribeiro e o goleiro Marcelo Lomba, que também deixaram a equipe.


Prováveis substitutos 

Sem Aguirre, a direção pensa em dois profissionais: Eduardo Domínguez, técnico do Colón, e Sebastián Beccacece, que comanda o Defensa y Justicia. 

Ambos são argentinos, mas isso não é uma mera coincidência. Sem desprezo aos brasileiros, os dirigentes colorados admiram os métodos dos profissionais do país vizinho. Eduardo Coudet, apesar da forma como saiu do clube no ano passado, deixou boa impressão. 


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »