22/02/2022 às 09h05min - Atualizada em 22/02/2022 às 09h05min

"Favoritismo é do Inter", avalia diretor de futebol do Grêmio sobre clássico Gre-Nal

Sérgio Vasquez evitou responder o vice-presidente colorado, Dannie Dubbin, que disse não existir comparação entre as equipes

Correio do Povo
A semana Gre-Nal começou com o ambiente externo esquentando antes da partida de sábado, às 19h, no estádio Beira-Rio. Na avaliação do diretor de futebol do Grêmio, Sérgio Vasquez, o favoritismo do clássico, ainda que leve, está com o Inter, apesar do Tricolor chegar de vitória  e o Colorado de derrota.

"Não significa nada. O que significa é na hora. Os jogadores mais focados, mais ligados, vão levar a melhor. Em clássico, é um campeonato à parte, não tem melhor, não tem pior. Se existir um favoritismo, seria leve para o Inter, por estar no Beira-Rio. Ambos sabem da necessidade de fazer um bom resultado", afirmou em entrevista ao programa Repórter Esportivo, da Rádio Guaíba. 

No domingo, o vice-presidente colorado, Dannie Dubbin, refutou comparações entre os clubes, citando que um joga a Série A e outro a Série B. "Com todo respeito, o Grêmio é um time que está na segunda divisão. Nós estamos na primeira divisão. Nós temos realidades completamente diferentes. Entendo querer comparar, mas, neste momento, não existe comparação", pontuou. 

Em resposta, Vasquez evitou comentar a declaração e garantiu que isso não representa nada dentro do vestiário. "É uma verdade. O Grêmio hoje está na B e eles estão na A. Até por isso, o favorito é o Inter. Só que eu penso que no Gre-Nal os jogadores não precisam de combustível. O jogador que precisar disso não pode vestir nossa camisa. O fato de estar na B, não quer dizer nada. Quem estará em campo é o Grêmio, a camisa do Grêmio", projetou. 

O diretor de futebol elogiou a chegada do técnico Roger Machado e a sua capacidade para trabalhar com os jovens. No sábado, a média de idade era de 22,7 anos.

 

"Existiu uma sinergia muito legal entre a torcida e o Roger. Pelo momento em que o time jogava bem na outra passagem dele, o torcedor foi mais leve ao estádio. Tivemos um sábado feliz. Os jogadores renderam muito bem. Com uma bela resposta. A média de idade do time sábado era 22,7 anos. Quase sub-23. Importante contar com os jovens, em um campeonato de quarta a domingo. O jogador quando se sente à vontade, ele demonstra tudo aquilo que pode fazer". 

Sobre uma eventual tardia demissão de Mancini, Vasquez negou problemas entre o ex-treinador e os jogadores e colocou esse tema como algo do passado. "Relacionamento interno era muito bom o Mancini. Sobre a demissão, isso é passado. Todo planejamento tem uma correção de rumo. Acertamos o rumo na hora certa. Agora temos um caminho mais leve". 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »