03/03/2022 às 13h55min - Atualizada em 03/03/2022 às 13h55min

Putin diz a Macron que Rússia pode aumentar exigências sobre Ucrânia

Presidente russo prometeu continuar luta para desmilitarizar ucranianos

Correio do Povo

O presidente Vladimir Putin poderá aumentar suas exigências na lista de demandas apresentadas à Ucrânia - disse o chefe de Estado russo a seu homólogo francês, Emmanuel Macron, durante uma conversa por telefone - informou o Kremlin.

De acordo com a presidência russa, Putin afirmou que continuará, "sem concessões", sua ofensiva contra "nacionalistas" na Ucrânia.

A conversa com Putin durou uma hora e meia, segundo o Palácio do Eliseu. Foi a terceira entre os dois líderes desde o início da invasão da Ucrânia por parte do Exército russo, em 24 de fevereiro. Essa conversa aconteceu "a pedido do presidente Putin", disse o primeiro-ministro francês, Jean Castex, mais tarde, à televisão TF1.

"A situação no terreno é muito desfavorável", avaliou, acrescentando que "parece que Vladimir Putin se mantém em suas posições, em sua vontade de desmilitarizar da Ucrânia, de rendição da Ucrânia. E isso certamente não é aceitável".

A conversa entre Macron e Putin foi anunciada ao vivo pela manhã pelo ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, em entrevista coletiva online. Depois do telefonema com Putin, Macron conversou com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. 

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »