28/03/2022 às 13h46min - Atualizada em 28/03/2022 às 13h46min

Laudo sobre acidente que matou seis pessoas em Rio Pardo deve ser concluído em 15 dias

Colisão envolveu quatro veículos na BR 290

Correio do Povo

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) deve concluir em 15 dias os laudos sobre o acidente de trânsio, que deixou seis mortos e ao menos 13 feridos no começo da madrugada desta segunda-feira no km 235 da BR 290, em Rio Pardo. Eles serão encaminhados à Polícia Civil, que já abriu um inquérito.

Uma equipe do Posto de Criminalística do IGP em Santa Cruz do Sul atendeu a ocorrência. O trabalho pericial no local demorou quase cinco horas, devido à complexidade do acidente. De acordo com o IGP, a perícia mecânica nos veículos será realizada no depósito para onde os mesmos foram recolhidos. Já os corpos estão passando por necropsia no Posto Médico-legal de Santa Cruz do Sul e devem ser liberados ao longo desta segunda-feira.

A tragédia envolveu um ônibus Marcopolo Volare, com placas de Vila Nova do Sul, e um micro-ônibus Renault Master, com placas de São Gabriel, ambos transportando militares, além de uma carreta Volvo, com placas de Guaíba, carregada de toras de madeira para lenha, e um Volkswagen Fox, com placas de Cachoeira do Sul.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal, a carreta da lenha e o coletivo colidiram frontalmente na pista. A carga espalhou-se com o tombamento do caminhão. Em seguida, o carro atingiu a carreta, enquanto o micro-ônibus saiu da estrada para não atingir os demais veículos.

As vítimas 

Cinco vítimas fatais estavam no ônibus, da empresa Reck Tur, onde outras dez pessoas ficaram feridas e 17 escaparam ilesas. Tratam-se do motorista do coletivo, Josuel Vieira Machado, 28 anos, e os soldados Lucas Rodrigo Altevogt, 19 anos, Silas Gabriel de Azevedo de Barros, 18 anos, Vinícius Bedra, 18 anos, e Wesley da Silva Paulo, 20 anos, tofos do 9º Regimento de Cavalaria Blindado do Exército Brasileiro. 

"A Reck Tur se solidariza na dor das famílias", divulgou a empresa, prestando ainda "condolências aos familiares e amigos enlutados" em um comunicado. "Rogamos para que Deus possa confortá-los nesse momento de grande dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na Fé", enfatizou.

Já no automóvel, a passageira identificada como a fisioterapeuta Joice Luisa Monteiro Costa, 34 anos, foi a vítima fatal. Ela era docente do Instituto Mix de Cachoeira do Sul, que suspendeu as aulas nesta segunda-feira. 

“É com imenso pesar que informamos à todos o falecimento da professora Joice Luísa Costa, do curso de Massagem Profissional. Estamos muito abalados com a partida precoce dela que além de professora se tornou uma amiga querida e peça fundamental em nossa escola. Desejamos força e muita luz aos amigos e familiares da Joice para que possam lidar melhor com a sua dolorosa partida”, manifestou-se o Instituto Mix em nota oficial.

No carro ficaram feridos o motorista e o filho pequeno da fisioterapeuta. Por sua vez, o condutor do caminhão teve ferimentos. Já no micro-ônibus, os 15 passageiros não tiveram ferimentos.

A Polícia Rodoviária Federal anunciou a liberação total do trecho no final desta manhã, após a remoção dos veículos acidentados, retirada da lenha e limpeza da pista. O congestionamento ainda permanece na região. Além da PRF, a ocorrência mobilizou o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »