13/08/2019 às 09h01min - Atualizada em 13/08/2019 às 09h01min

Hospital de Caridade de Porto Xavier executa plano de ação e diminui quadro de funcionários

HNSN
            Associação Hospital de Caridade Nossa Senhora dos Navegantes de Porto Xavier, com a finalidade de diminuir despesas e considerando a baixa na demanda desde novembro do ano passado, através de sua diretoria e administração, executou no primero semestre de 2019 o Plano de Ação para diminuir gastos, incluindo ações como a redução do quadro de funcionários. corte de despesas fixas e variáveis e o reajuste de preços dos serviços oferecidos.  A avaliação de custos de materiais de consumo e troca de fornecedores, também, estão previstos no programa de economia.
            Para enfrentar a crise financeira instalada com o atraso de pagamentos dos incentivos estaduais, o excesso de internações e a escassez de recursos a entidade passou a tomar medidas de contenção no último trimestre de 2018. E, preocupada com o agravamento da situação, a diretoria, juntamente, com o setor administrativo promoveu encontros e reuniões com o quadro clínico, gestores municipais, lideranças da comunidade e funcionários para discutir as medidas que poderiam ser tomadas. Nessas oportunidades, surgiram sugestões que vinham a contemplar as iniciativas previstas pelo Hospital, entre elas a diminuição do quadro de funcionários. Assim, surgiu o Plano de Ação que vem sendo executado nos últimos meses.
            Ao todo, foram desligados 10 funcionários, integrantes de vários setores. Os desligamentos aconteceram entre os meses de dezembro de 2018 a julho de 2019, gradativamente, representando uma redução de aproximadamente R$ 20.000,00/mês. Hoje, o quadro possui 62 funcinários distribuídos em 13 setores: administrativo, farmácia, enfermagem (técnicas de enfermagem e enfermeiras), recepção, higienização, lavanderia, cozinha/nutrição, SAMU, saúde mental, manutenção, radiologia, eletrocardiograma e fisioterapia. De acordo com as perspectivas da diretoria, atualmente, não há novas demissões previstas, embora elas não estejam descartadas, pois dependem das configurações econômicas e logísticas dos próximos meses. Medidas como reajuste de preços dos serviços oferecidos, assim como o corte de despesas fixas e variáveis estão sendo tomadas, estando parcialmente concluídas. No decorrer dos meses de agosto e setembro acontecerá o estudo de avaliação custos de materiais de consumo e necessidade de troca de fornecedores que estavam previstos no Plano de Ação.
            O Presidente da Associação, Orides Paveglio, destaca que 'o pior da crise já passou, pois o governo acertou os valores devidos, por meio de dois financiamentos, o que possibilitou o pagamento de parte das dívidas e a regularização da folha de salários'. Acrescentou que “lamenta ter demitido funcionários, todavia foi uma das medidas necessárias para redução de gastos”.  Conforme informação do setor administrativo, o Hospital está em dia com suas obrigações perante funcionários e fornecedores até o fechamento do mês de julho.
            Embora a diminuição do quadro cause impacto positivo a médio e em longo prazo, é preciso esclarecer que os recursos de custeio dos serviços de saúde estão defasados e não são mais sufientes para manutenção dos hospitais. A exemplo de Porto Xavier, outras tantas casas de saúde e hospitais filantrópicos enfrentam grandes dificuldades para continuar prestando serviços à comunidade. São bem-vindas as iniciativas paralelas que se somam as doações espontâneas da população e garantem a oferta de serviço aos porto-xavierenses. Entre as realizadas num período recente, destaca-se o Brechó do Bem que arrecadou R$ 11.078,00 para reformas e aquisição de equipamentos, a Ação Entre Amigos promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais que repassou ao Hospital o valor de R$ 8.300,00 e os projetos que buscam conquistar outras fontes de recursos para garantir a estabilidade do Hospital Nossa Senhora dos Navegantes.
            Todas as medidas estão sendo tomadas, com objetivo de viabilizar o funcionamento do hospital, com a imediata redução de despesas, a fim de garantir o acesso aos serviços de qualidade e humanizado oferecidos, indistintamente, a toda a população.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »