18/11/2019 às 17h35min - Atualizada em 18/11/2019 às 17h35min

Porto Xavier tem 100% de adesão em greve histórica na rede estadual de ensino

Jornal Fronteira em Notícia
Conforme informações apuradas pela reportagem do jornal Fronteira em Notícia junto ao 36º Núcleo do CPERS sindicato, as escolas São Francisco Xavier, Coronel Antônio Fioravente, Carlos Bratz e João Manoel Correa confirmaram a adesão na greve do magistério estadual, aprovada na última quinta-feira (14), em assembleia geral, ocorrida em Porto Alegre. O evento contou com mais de 20 mil servidores, em ato histórico contra o desmonte do Estado.
Com 47 meses de salários atrasados e cinco anos de congelamento salarial – representando uma perda do poder de compra superior a 30% -, os educadores(as) compõem a categoria mais atingida pelas reformas propostas pelo governador.
Entre os impactos, está o achatamento da carreira, a perpetuação do congelamento dos salários e o confisco de dinheiro de aposentados(as) que recebem pouco mais de um salário mínimo, sem qualquer contrapartida para repor as perdas acumuladas.
Emocionada, Helenir Aguiar Schürer, presidente do CPERS, fez um pedido ao conjunto do funcionalismo. “Quando alguém disser que tem pena dos professores. Não permitam. Nós somos professores com muito orgulho. Somos profissionais da educação com muito orgulho. Não merecemos pena, merecemos ter um governo que respeite esta categoria”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »