05/03/2020 às 15h46min - Atualizada em 05/03/2020 às 15h46min

COOPERCANA sob nova direção

Jornal Fronteira em Notícia
       Desde o dia 01 de fevereiro de 2020, a Cooperativa dos Produtores de Cana de Porto Xavier LTDA – COOPERCANA -  está sob nova direção. Vilson Luis Theis é o presidente mais novo que a cooperativa já teve. Com apenas 32 anos, formado em administração, Theis já foi Secretário de Obras e Planejamento do município, além de diretor da Rádio Amizade FM. Antes disso, trabalhou por sete anos dentro da cooperativa e conhece desde a produção até a industrialização da cana-de-açúcar. 
     Entrevistado pelo jornal Fronteira em Notícia, Vilson disse que o marco que quer deixa em sua gestão é “mudança”. “Minha expectativa é diminuir custos de produção e industrialização e buscar melhores vendas e preços no mercado”, disse.
     Uma de suas mudanças imediatas, visando reduzir custos em época em que a usina não está operando, foi a redução do quadro de funcionários. A direção compreende a necessidade de trabalho de todos, mas entende que para viabilizar o funcionamento necessitava reduzir custos imediatamente. Desta forma, a diretoria agradece a compreensão dos colaboradores, que aproveitaram para tirar férias e se preparar para o início da safra, que exige trabalho redobrado.
       Foram mantidos na cooperativa apenas os colaboradores que trabalham na manutenção do parque de máquinas, sendo que a previsão de início da safra deste ano é pela metade de junho, dependendo das condições climáticas de maturação da cana.
Visando melhorar a extração da matéria prima, as moendas, que há sete anos não passavam por manutenção, foram envidas para revisão e manutenção e devem retornar para serem montadas no parque de máquinas nos próximos dias.
     Com relação ao plantio, o presidente reiterou que será feito no sistema “troca-troca”, que já é tradicional na cooperativa. No momento, estão sendo realizadas visitas aos produtores, que estão na expectativa e apostam em uma produção maior. 
     Ainda no mês de abril, busca-se promover um dia de campo, visando abordar a preparação adequada para o plantio da cultura, manejo e análise de amostras e respectiva produtividade das variedades de cana-de-açúcar.
     Dentre as novidades, Theis destaca o interesse de investidores em aproveitar o parque para a possível instalação de uma “usina flex”, que produza álcool não só a partir da cana, mas também por meio de outras culturas, como milho e batata doce.
Vilson não descarta as parcerias que possam vir para agregar, projeta o futuro e busca enfrentar as mudanças, tão necessárias na atualidade, a fim de viabilizar uma cooperativa que gere emprego e renda no município de Porto Xavier.




Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »